11 setembro 2011

11 DE SETEMBRO! LEMBRAR DO QUÊ HOJE?


 

Segundo domingo do mês de setembro, dia 11, ano 2011. Uma manhã gostosa abençoada por uma chuvinha que caiu até a pouco desde a madrugada. Um dia excelente para ver e rever arquivos, fotos, filmes de fatos que nos trazem esperança. É sempre bom estar em lembrança com o que promove bem estar à nossa alma. O profeta Jeremias no seu livro de Lamentações faz uma colocação especial, que ainda que ligado a um lamento é estímulo para nós tão preciosas palavras “Quero lembrar do que pode me dar esperança” Lm 3.21 (Bíblia Século 21).

O que esta data nos leva a lembrar? Os dez anos da tragédia americana das Torres Gêmeas? Pode ser que a maioria pense assim, mas com todo respeito às preciosas vidas que foram solapadas naquela dramática ocasião, porém, necessariamente não preciso ter esta lembrança. Eu posso lembrar do aniversário de uma grande amiga que reside em Londres, eu posso lembrar que hoje é véspera do aniversário da minha sogra, posso lembra de “n” coisas, pois já vivi 60 primaveras e muitas são as lembranças numa data como esta.

Mas hoje é dia de lembrar de uma festa que eu e pastora Sara fomos no ano passado, no Hotel Sol do Mogi, em um casamento maravilhoso de um casal muito lindo. Amigos, irmãos, companheiros e acima de tudo os mais felizes por este dia: Carlos e Luciana Mikami. Estes dois formam um casal extremamente carismático. Mikami nosso conhecido de longa data e Luciana há menos tempo, porém, conquistou nosso coração com sua meiguice, com sua voz delicada e sempre com aquele sorriso que desmonta a gente.

Um ano de casados e Luciana está esperando um bebê, veja que festa dupla. Este casamento foi marcante na minha vida. Fomos convidados, e lá chegamos e olha quem iria celebrar aquele ato tão solene à beira da piscina do Sol do Mogi: o pastor Junior Lima  da Igreja Presbiteriana Central. Uma cerimônia encantadora, um rito não engessado, mas cheio de vida, descontraído e tão envolvente que só pastor Junior sabe fazer umas coisas dessas. Participamos atentos à Celebração. Lá estavam amigos, familiares que foram levar aos noivos os votos de uma feliz união e uma eterna convivência, afinal amor eterno só em Jesus.

As palavras de Pastor Junior arrebataram os corações dos ouvintes, não porque ele tenha uma retórica especifica para uma cerimônia que unam consortes devidamente habilitados pela Lei, não, mas porque Pastor Junior tudo falou em cima de princípios para um casamento feliz e abençoado, e estes princípios extraídos da Palavra de Deus. A receita era perfeita, as recomendações as melhores possíveis, não porque Pastor Junior rebuscasse palavras para impressionar os noivos e presentes, mas porque o verberar do oficiante era fundamentado em cima do Manual de Bom Relacionamento Conjugal, de autoria justamente do Criador do casamento, o Eterno, que via naquela união de um homem e uma mulher, o realizar de seus sonhos de contemplar muitos filhos que fazem a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

Foi marcante a troca das alianças, os votos, as músicas, mas houve um momento especial. A hora da declaração da benção nupcial, momento em que o ministro credenciado por Deus consolida o ato declarando que doravante são marido e mulher e o que Deus uniu não poderá separar o homem.

Tive a felicidade de ser honrado pelo colega de ministério. Pastor Junior Lima me convidou para que juntos orássemos pelo lindo casal que se unia naquele momento. Foi deveras emocionante, primeiro, porque tínhamos a convicção no nosso coração acerca da benção sobre o casal que seria estabelecida naquela hora solene da oração, e depois porque estávamos vendo o sonho de um casal se realizar sob a égide da vontade de Deus.

Dia 11 de setembro não há nada para Carlos e Luciana Mikami pensar além de comemorar este 1º.Ano de vitória, este primeiro aniversário de casamento. Parabéns Carlos. Parabéns Luciana. Parabéns Nenê. O papai e mamãe estão radiantes pela sua breve chegada, mas hoje, 11 de setembro, eles estão extasiados pela grande benção em completar o 1º. Ano desse sagrado laço matrimonial.

Carlos e Luciana amamos vocês.

Vanelli e Sara, antes dos títulos, amigos.